Inteligência emocional no ambiente de trabalho

Foto: arquivo pessoal

Em palestra sobre o tema no 3º CBCO, Mauro Marques afirma que a qualidade e o desempenho do profissional Biomédico estão ligados diretamente ao seu bem-estar emocional

Todos nós queremos reagir bem às demandas no ambiente de trabalho e nos relacionar de maneira satisfatória com os colegas. “Quando há o equilíbrio entre razão e emoção, é possível tomar decisões e atitudes de maneira mais eficaz e produtiva, além de alcançar resultados satisfatórios”, afirma o Fundador do Instituto Intelecto e professor do curso de pós-graduação em Coaching e Liderança da Universidade de Uberaba (UNIUBE), biomédico Mauro Marques Ferreira Júnior, que ministra palestra sobre “Inteligência Emocional no Ambiente de Trabalho”, dia 25 de outubro, às 17h55.

A Inteligência emocional é um conceito usado em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como, a capacidade de lidar com eles. Com uma década de experiência em treinamentos e cursos nas áreas de Programação Neurolinguística (PNL) e Coach, o especialista explica que, hoje em dia, o fator humano tem sido considerado fundamental no ambiente empresarial, e as competências pessoais ficam cada vez mais atreladas ao sucesso de uma organização. “Embora as equipes sejam formadas por pessoas distintas que carregam uma bagagem emocional inerente à sua personalidade, há a necessidade interpessoal de se estabelecer e manter relacionamentos saudáveis”, acrescenta.

A palestra tem como objetivo estimular nos participantes a identificação e sensibilização das emoções presentes no dia a dia, levando à reflexão sobre seus comportamentos no ambiente profissional e pessoal. “A explanação será interativa com músicas, vídeos e em um determinado momento faremos uma introspecção comportamental em relação ao ambiente de trabalho”, adianta o palestrante.

Mauro Marques destaca que o profissional da saúde é um dos que mais sofre pressão, porque um erro cometido na rotina de trabalho pode gerar gravíssimas consequências. “Ter a consciência de utilizar essa pressão ao seu favor é fundamental”, diz. Segundo ele, a qualidade e o desempenho do biomédico estão ligados ao seu bem-estar emocional. “As pessoas que conseguem manter o equilíbrio emocional são capazes de criar um ambiente de harmonia e bem-estar, onde os conflitos internos tendem a diminuir, as ações são mais eficientes e a produtividade torna-se maior”, finaliza. (Imprensa CRBM-3)

Ready to talk?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit mod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Let’s Talk